29 de março de 2016

Valendo Nota

– Marcela! O que você está fazendo?

– O exercício que você passou.

– Mas por que você está com a língua de fora?

– Ah, porque eu queria fazer uma selfie diferente.

– Mas o exercício não é esse. Você leu o enunciado?

– Enunciado?

– Isso. Está aqui. "Tire agora uma selfie mandando beijo para a câmera."

– Ah, mas todo mundo está fazendo isso. Eu quero ser diferente.

– Mas todo mundo está fazendo isso porque é isso que o exercício pede.

– Mas eu gosto de mostrar a língua.

– Só que essa matéria é de selfie sensual! Se você quer mostrar a língua, primeiro você precisa se formar aqui. Aí depois você faz a especialização em selfie descontraída.

– Mas eu não posso mostrar a língua agora?

– Não. O exercício é fazer a selfie mandando beijo. É importante você saber como fazer isso.

– Ah, isso nunca vai servir para nada. Eu não vou trabalhar com selfie assim.

– Mas você precisa saber. Por exemplo... Imagine aquele dia que você está se sentindo mal.

– Como assim?

– Aquele dia que você está meio carente, meio sozinha... Ficou stalkeando as pessoas no Facebook mais do que devia e agora acha que sua vida é uma merda perto da vida dos outros.

– Sei.

– Aí você faz uma selfie mandando um beijo. Assim, olha, empresta o celular. Assim, você abaixa desse jeito para mostrar os peitos e faz uma selfie mandando um beijo.

– E daí?

– Aí eu te garanto que você vai receber provavelmente 30 curtidas em menos de uma hora. E você vai começar a se sentir melhor. Você vai se achar uma pessoa melhor.

– Será?

– Claro. E vão ser likes de meninos e das suas amigas. E aí você também vai ver quem são suas amigas verdadeiras. Aquelas que não postarem um comentário dizendo o quanto você está gata, ou frases como “aff, eu pegava”, “linda demais”... Essas pessoas você pode bloquear. Essas pessoas são aquelas que querem nosso mal.

– Mas... Eu não saberia o que escrever como legenda numa foto dessas mandando beijos.

– Olha, Marcela... Precisa ser sempre uma legenda que não tenha nada a ver com o fato de você estar naquela posição. Porque senão fica over. Então você nunca pode falar dos seus peitos... Você abaixa assim com o decote e deixe que os peitos falem por eles mesmos.

– Mas como eu faço essa legenda, então?

– Bom... Frases motivacionais sempre funcionam. RENATA! RENATA! SEU MAMILO ESTÁ APARECENDO, FLOR! AÍ SUA FOTO VAI SER APAGADA DO FACEBOOK E A GENTE NÃO QUER ISSO, NÉ? ENDIREITA ESSA COLUNA E ARRUMA A BLUSA! ISSO! Desculpa, querida. O que a gente estava falando?

– Da legenda.

– Isso. Você pode usar frases motivacionais. Sempre funcionam, as pessoas gostam. Agora, tem uma sacada que é ainda melhor que é se autodepreciar, mas sempre com um pouco de humor.

– Como assim?

– Você coloca algo assim... “A dieta não está funcionando”, ou “beijos pra quem acordou se sentindo feia hoje”. É uma maneira que você tem de praticamente pedir o like ou pedir pra ser chamada de gostosa sem pedir nada disso diretamente. Sempre funciona, mas é difícil fazer.

– E como eu faço?

– Ah, aí você tem que falar com seu professor de redação de legenda, ele te ajuda.

– E a selfie mostrando a língua? Com uma legenda boa ela não funciona?

– Funciona, flor, mas não é a mesma coisa. Por isso você tem que saber todos os tipos de selfie. Por exemplo, aquele dia que você vê que todo mundo está comentando um livro, e você lembra que o último livro que leu foi na terceira série. Você não quer ficar de fora do assunto, né?

– Deus me livre.

– Então. Aí você faz a selfie intelectual. Você coloca a roupa mais sóbria, nunca tira a selfie olhando para o celular, porque a foto intelectual sempre funciona melhor com aquele ar distraído, de quem está pensando.

– E óculos, né?

– Claro. Sempre grandes ou numa cor chamativa para ser a primeira coisa que a pessoa olha... Tudo isso é técnica. Por isso que você precisa aprender a dominar todas as selfies. Cada uma é diferente. LUCIA! LUCIA, MENINA, VOCÊ ESTÁ MANDANDO BEIJO OU SE AFOGANDO? E VAI TROCAR ESSE BATOM, TÁ APAGADINHO DEMAIS! VOCÊ JÁ TIROU NOTA VERMELHA EM SELFIE NA ACADEMIA, VOCÊ NÃO PODE IR MAL AQUI!

– Eu não aguento essa menina. Ela tirou uma foto linda na academia... Luz, ângulo, tudo perfeito. Só que ela tirou logo depois de fazer o exercício, então tá com o cabelo grudado na cara, entrando na boca. Eu disse mais de uma vez: vai se lavar, se pentear, se maquiar, coloca uma blusa seca e joga a água assim, com cuidado, para formar aquela mancha de suor ficar simétrica e destacar o peito... Ela não me ouve. Tirou ali toda suada, parece que veio da guerra. Ela devia estar no módulo básico ainda, tirando foto do pé. Mas enfim, menina. Preciso ver as outras alunas. Não esquece, você precisa aprender todos os tipos básicos de selfie pra depois ir pras especializações.

– Tá bom.

– Então abaixa aqui. Não, mais um pouco. Isso. Aqui, o peito tá certo. Agora manda o beijo.

– Affim? Deffe jeito?

– Isso. Trabalha nisso. Tira umas quatro. FABÍOLA! FABÍOLA! É PRA MOSTRAR O PEITO, NÃO PRA FICAR CORCUNDA! AQUI É CURSO DE SELFIE, MENINA, NÃO É NOTRE DAME! ARRUMA ESSA COLUNA!

11 leitores:

Daniele Thièbaut disse...

Arrasou! kkkkk

Aline Mestieri disse...

Disse tudo, Rob! Parabéns!!! Excelente!

Kell Bonassoli disse...

Passando vergonha de rir. Só li verdades ^^

Mitch disse...

Onde me matriculo?

Mitch Souza disse...

Onde me matriculo?

Tati Baccini disse...

Hahahahahahahaha vc é foda!

Tati Baccini disse...

Hahahahahahahaha vc é foda!

Romulo Matheus disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Rômulo disse...

Ri alto aqui no trabalho. Infelizmente me identifiquei com as selfies intelectuais haha

johnny bijos disse...

Hahahaha, muito bom. Isso daria um quadrinho bem legal!

Sebs disse...

Hahaha! E assim a tecnologia molda os costumes (mais uma vez)

 

Championship Chronicles © 2010

Blogger Templates by Splashy Templates