13 de novembro de 2012

1984 + 18


Mulher de Romário fala sobre crise no casamento: ‘Muito pessoal’. Cada dia mais magra, Bárbara Evans exibe look do dia. Filhos de Jolie e Brad Pitt mandam carta para papai Noel. Chega ao fim o noivado do ex-BBB Eliéser com atriz.

Após passar mais de cinco minutos no chuveiro sônico, começou a sentir o incômodo da privacidade apertando seu peito. Já estava de pé há quase trinta minutos. Havia se barbeado e estava terminando de tomar banho, enquanto ouvia as notícias que saíam da pequena caixa de som ao lado do espelho. Quase trinta minutos e ainda não havia acessado a Grande Biblioteca Virtual – ou Vitrine, como era conhecida informalmente.

Estava desconectado.

Pior: sentia-se desconectado.

Detestava essa sensação. Bastava passar algumas horas sem observar a Vitrine que sentia uma espécie de aperto no peito, como se estivesse desaparecendo. Desaparecendo para o resto do mundo, e desaparecendo dentro de si mesmo. Era como uma leve indisposição que não tinha começo ou fim e parecia atingir todo o seu corpo. Não era a primeira vez que se sentia assim, e sabia que tampouco seria a última.

Michel Teló e Daniel se encontram em Las Vegas. Graciella Carvalho posa de sutiã e mostra demais. Ex-Mulher Múmia perde liderança em prévia do concurso Miss Bumbum. Angélica volta ao trabalho após dar à luz e posta foto.

Enquanto colocava uma roupa, repassou mentalmente as tarefas que havia agendado pela manhã. Postaria as fotos do jantar da véspera – cujos pratos ainda estavam sujos sobre a pia –, bem como a foto do nascer do Sol, tirada da janela da sala imediatamente após acordar. Terminou de colocar sua roupa enquanto as notícias eram transmitidas pela pequena caixa de som instalada no seu quarto, ao lado da cama, atrás de um porta-retratos.

Com curativo na boca, Patrícia Pillar badala no Rio. Perlla posta foto do filho assistindo a desenho. De biquíni, Renata Mollinaro estrela ensaio de revista. Maria Melilo posa de peruca loira e aparelho nos dentes.

Poucos minutos depois, estava de pé na cozinha, esquentando o café e ouvindo as notícias pelo pequeno alto falante instalado acima da pia, e que transmitia as informações oficiais. Tomou o café e sentiu-se mais desperto. Não costumava sair da cama tão cedo, mas fazia tempo que não postava uma foto do amanhecer. E nada indicava mais a felicidade que postar fotos do Sol nascendo ou desaparecendo no fim da tarde.

Debaixo de chuva, Tony Ramos faz compras no Leblon. Selena Gomez teria terminado com Bieber por ciúmes de Miley Cyrus. Ex-BBB Anamara nega romance com Zezé Di Camargo. ‘Não há crise entre Thiaguinho e Fernanda’, diz assessoria do cantor.

Gostava daquele apartamento. Localizado no centro da cidade, tinha uma boa vista e era grande o suficiente para uma pessoa. E mais importante: continha um alto-falante em cada aposento, sempre fornecendo as notícias oficiais. Era muito diferente das casas antigas, que possuíam somente duas ou três caixas de som para toda uma família.

José Loreto embarca no Rio com Débora Nascimento. Carla Perez usa chapéu à la Katy Perry em formato de sorvete derretido. Ana Karolina Lannes, a Ágata de ‘Avenida’, passa férias nos EUA. Claudia Jimenez grava especial de fim de ano com Adriana Esteves.

Ao zelar pelos seus cidadãos, o governo, anos antes, iniciara uma campanha para erradicar a desinformação. Milhares de alto-falantes foram instalados pelas cidades. Em trens, prédios públicos, fábricas, residências e escritórios. Desta forma, todos eram cidadãos. Estavam incluídos na sociedade por meio do acesso às notícias mais recentes a respeito das pessoas mais importantes, transmitidas por uma voz monótona masculina durante 24 horas por dia.

Thais Bianca combina peruca, presilha e unhas em ensaio. Vera Viel e Rodrigo Faro tietam o cantor Roberto Carlos. Nívea Stelmann sensualiza em clipe do Latino. Cheia de charme, Katie Holmes busca Suri na escola.

Ligou o computador e acessou a Vitrine. Antes de enviar suas fotos, saboreou alguns instantes observando a vida dos amigos. Fotos de viagens. Poemas. Comentários esparsos. Filmes preferidos. Tudo ali ao seu alcance. Escolheu um nome ao acaso e clicou, enquanto o alto falante ao lado do PC lhe entregava mais notícias.

Tomou mais um gole do café enquanto lia a ficha da pessoa, com todas as informações existentes sobre ela. Além de fotos, a tela exibia onde a pessoa havia estudado e trabalhado, a planta e endereço do seu apartamento, o que havia feito cinco minutos atrás. Uma seta vermelha sobre um mapa da cidade indicava onde e com quem ela estava naquele minuto.

Ben Affleck passeia com as filhas na Califórnia. Durão no cinema, Vin Diesel vira criança na praia com a filha. Keira Knightley revela ter peitos falsos em cartazes de filmes. Candidata ao Miss Bumbum exibe tatuagens em ensaio sensual.

Mentalmente se perguntou quantas pessoas neste minuto estavam olhando a sua própria ficha. Torceu para que fossem muitas. Todos detestavam privacidade e com ele não seria diferente.

Enquanto ouvia as notícias, enviou as imagens. Fotos caprichadas dos pratos da véspera – a comida da moda, de algum país asiático do qual não se lembrava do nome agora – e do Sol nascendo, com filtros e tratamento para que ele tivesse uma cor avermelhada, se tornando mais bonito que o Sol real, tão discreto nos céus das grandes cidades.

Caio Castro tieta James Franco em festa em São Paulo. Transexual Carol Marra fará cirurgia de troca de sexo em dezembro. Miley cyrus posa dando selinho em cãozinho. Após pré-estréia de filme, Marcello Novaes curte festa.

Enviou as fotos e deu o último gole no café, esperando pela repercussão delas. Um instante seguinte, sete pessoas já haviam clicado no sinal de positivo em cada imagem; uma delas havia enviado um comentário sobre a beleza do Sol e o quanto gostaria de ter uma janela com um nascer do Sol deste modo. Respirando fundo, sentiu a privacidade desaparecer lentamente de seu corpo e sorriu aliviado. Sentia-se um cidadão novamente.

Fiuk aparece de mãos dadas com loira em pré-estreia. Zilu Camargo e Caio Castro vão a restaurante em São Paulo. Nicole Bahls lança coleção com vestido decotado desenhado por ela. Sozinha na balada, Thammy Miranda faz mistério sobre namoro.

Mas não estava mais ouvindo as notícias. Embriagado pelo sucesso das imagens que havia postado – já eram mais de quinze sinais de positivo – estava pensando no que postar à tarde. E lembrou-se que fazia meses que não postava fotos de livros. Foi até a estante e separou um volume que havia herdado de seu pai: 1984, de George Orwell. Depositou o livro sobre a mesa, tirou a foto e o guardou novamente.

Não precisava ler. Era um livro elogiado. Bastava apenas que os outros soubessem que ele havia lido. Além disso, era ficção científica. Odiava ficção científica, pois sabia que tudo que estava naquelas páginas eram ilusões que jamais se tornariam realidade.



(Nota: Todas as notícias do texto são verdadeiras
e foram postadas no site Ego durante as 24 horas
que antecederam a postagem deste texto.)

14 leitores:

Elise Garcia disse...

Gênio. É só o que eu tenho a dizer. Você é um gênio.

Na verdade tenho outra coisa a dizer: esse acabou de se tornar meu texto favorito aqui do Chronicles...

João disse...

muito bom mesmo

Dedé disse...

Muito bom! E como cansa, né? Porque é impossível desviar das tais "notícias" já que elas tem tanto status (ou até mais) quanto política, economia etc...
Beijos!

Lu disse...

MUITO bom... o melhor de tudo é que eu estou relendo 1984 agora, senti quase como se fosse uma extensão do livro :)
tb entrou para um dos meus textos favoritos aqui!
bjos!

Thaís Tamaoki disse...

O absurdo das manchetes me fez jogar pelo menos uma de cada parágrafo no Google para conferir se eram verdadeiras. Não é ficção científica, é realidade.
Parabéns pelo texto e pela crítica.

Carol Framboesa disse...

O paradoxo. Outra obra de Rob Gordon!

Pri disse...

Incrível, senti o cheiro de 1984 durante a leitura! :D

Frank London disse...

Genial, apenas.

Adônis D T disse...

Uma das melhores! Curiosamente, também estou lendo 1984...
Adorei o final.

"O absurdo das manchetes me fez jogar pelo menos uma de cada parágrafo no Google para conferir se eram verdadeiras." [2]

AMFS disse...

Melhor texto que eu li em um bom tempo, parabéns.
Só pela ironia eu postei o link no Facebook esperando ganhar vários sinais de positivo.

Nelson disse...

Foda. Que foda.

1984 foi um dos poucos livros que mudaram a minha vida.

Varotto disse...

Parem o mundo que eu quero descer.

P.S.: Não reconhecer mais de 70% dos personagens das notícias me faz parte da resistência?

P.S.2: Well played, Mr. Gordon...

Varotto disse...

Parem o mundo que eu quero descer.

P.S.: Não reconhecer mais de 70% dos personagens das notícias me faz parte da resistência?

P.S.2: Well played, Mr. Gordon...

Matheus Silva disse...

Ótimo texto, mas pra mim ainda nenhum supera o "Pra caralho".

Não sei se só eu achei isso, mas o texto também me lembrou "Admirável mundo novo", do Aldous Huxley, com toda a coisa de distrair as pessoas com informações inúteis.

 

Championship Chronicles © 2010

Blogger Templates by Splashy Templates