16 de julho de 2011

#24Horas24Crônicas #4 - A Lagosta e o Tamanduá

(tem sugerido por: @kika_pilica)

- Com licença?

- Pois não?

- Esta é a fila do ônibus para a Terra?

- Isso.

- Será que ele demora a sair?

- Pelo que entendi, está saindo um por dia.

- Um por dia? Só isso?

- Parece que eles reduziram o número de carros de uns tempos para cá. Como quase ninguém mais acredita em reencarnação, são poucos passageiros.

- Assim fica difícil. Nem nascemos e já temos que pegar fila.

- É. Tomara que ao menos a gente consiga lugar para se sentar.

- Tomara. Eles já recolheram os papéis?

- Não, parece que eles pegam tudo dentro do ônibus mesmo.

- Atestado de óbito da última vida e identificação cósmica, certo?

- Isso. Você era o quê?

- Na última vida? Uma formiga.

- Formiga? Você está no comecinho ainda.

- Sim, sim. Foi a minha segunda encarnação. Antes disso, fui uma ameba.

- Eu já estou na estrada faz tempo. Estou indo para a sétima vida.

- Sétima?

- Sim. Vírus. Cupim. Aranha. Rã. Peixe. Dono de puteiro. Iguana.

- Dono de puteiro?

- Sim.

- Uau! Como você conseguiu?

- Ah, um sujeito do sindicato me devia um favor. Mas não é tudo isso, não.

- Mesmo?

- É. Com o tempo você acaba ficando entediado. Acredite em mim.

- E agora?

- Agora vou voltar aos mamíferos. Tamanduá. E você?

- Não sei ainda. Como eu era formiga, posso escolher entre escorpião e lagosta. Acho que vou ficar com lagosta... Mais refinado.

- Lagosta é uma boa. E é fácil de ser promovido. Um primo meu foi lagosta. Morreu cedo, num restaurante. Voltou como lagosta e, semanas depois, já era um sapo.

- Que sorte!

- Mas ele estragou tudo depois.

- Como assim?

- Depois que morreu como sapo, resolveu voltar como tartaruga. Agora está aí, empacado no mesmo cargo faz 300 anos. Não morre nunca.

- Hum... Mesmo assim, você me convenceu. Já escolhi. Lagosta.

- Boa sorte.

- Obrigado. Olhe, parece que abriram o ônibus.

- Sim, sim. Finalmente.

- Tomara que tenha lugar na janela. Como futura lagosta, é bom eu ir me acostumando com isso.

- Como assim?

- Ah, os aquários de restaurantes finos... Para já sentir o clima, sabe?

- Sim, sim. Olhe, estão pegando os papéis. Separe os seus.

- Já estão aqui.

- Ah, meu Deus.

- Que foi?

- Tem uma família inteira de humanos no ônibus.

- E daí?

- Você nunca pegou ônibus com humanos, certo?

- Não.

- É horrível. Eles ficam com o celular ligado, ouvindo música durante a viagem inteira.

- Mas isso é falta de educação.

- Sim. Eu, como futuro tamanduá, sei disso. Você, como futura lagosta, sabe disso. Mas eles, como futuros humanos, não estão nem aí. E olhe que isso nem o pior.

- Não?

- Não. Eles descem sempre no ponto final. São humanos, né? Último estágio.

- Sim. E daí?

- E daí que mesmo descendo no ponto final, sempre um deles fica parado na porta, impedindo as outras pessoas de descerem.

- Verdade?

- É um inferno. Outro primo meu não conseguiu descer no ponto certo por causa disso, uma vez. Ia se aposentar e conseguiu autorização para ser eucalipto. Mas, um humano ficou parado na porta do ônibus e ele não conseguiu descer. Acabou desembarcando dois pontos depois.

- Sério? O que aconteceu com ele?

- Deu um rolo desgraçado. Perdeu os papéis, foi multado. Um inferno.

- Coitado.

- Mas depois ele se resolveu. Virou uma samambaia. Não é a mesma coisa, mas...

- Melhor que nada.

- Exatamente. O cara está chamando você ali. Sua vez.

- Fica com meu telefone. Se um dia você quiser gerenciar um puteiro, me liga. Eu conheço umas pessoas.

- Fechado. Obrigado! Nos vemos lá embaixo.

- Lagosta e tamanduá? Acho difícil.

- Tem razão.

- Bem, acho que é isso. Boa vida para você.

- Humanos de merda. Emporcalhando cada vez mais o cosmos. Boa sorte.

14 leitores:

Elise disse...

Uau! Muito boa! A humanidade parece que não dá certo mesmo quando está pra reencarnar... =P

Kika® disse...

Eu tentei não imaginar como o texto sairia quando dei a sugestão (mentira, imaginei um pouquinho só), mas você consegue surpreender e encantar. Tá demais, Rob!

Natalia Máximo disse...

"E daí que mesmo descendo no ponto final, sempre um deles fica parado na porta, impedindo as outras pessoas de descerem."

PUTA QUE PARIU, É SEMPRE ASSIM

IsabelVeronica disse...

Fiquei imaginando um peixe voltando como dono de puteiro.

Que viagem! Rsrs

Kika® disse...

Fui fumar um cigarro e fiquei na janela rindo sozinha desse dono de puteiro...

Marina disse...

Dono de puteiro. Hhuhauahuahua!

Varotto disse...

Cara, estilos à parte, acho que foi a melhor até agora.

Pelo menos a mais divertida.

Essa escala evolutiva "Vírus. Cupim. Aranha. Rã. Peixe. Dono de puteiro. Iguana" ficou demais!

Obviamente, eu não fiz minha conta no Twiter, mas vou tentar mandar uma mensagem para seu celular com minha sugestão. Tomara que esteja ligado...

Miss Sbaile disse...

Fantástico. Sou muito sua fã agora! Tô stalking tudo que você escreve.

Mal acredito que isso tenha saído em menos de uma hora.

Ana Lu disse...

Tsc tsc, Humanos.. Sempre causando!

Sergrico disse...

Tem sempre um humano parado na porta e quase sempre ele está ouvido música no telefone.
Sempre acho que a mãe dele trabalha no puteiro.

Bia disse...

Quando vi esse tema não acreditei... você se superou! Muito muito bom!

Sil disse...

Ri muito com o papo desses dois, estou adorando todas as crônicas, parabéns.

Brunín Assis disse...

É por isso que a humanidade não deu certo... rindo muito da ex-formiga querendo morrer logo pra ser promovida!

Alessandra Costa disse...

Ah, esses humanos. Sempre eles.

 

Championship Chronicles © 2010

Blogger Templates by Splashy Templates