18 de janeiro de 2010

A Mulher que Sorria com os Olhos

– Como você faz isso?

– O que?

– Você sorri com os olhos.

– Oi?

– É. Você sorri com os olhos. Ninguém mais faz isso. Só você.

– De onde você tirou isso?

– Não tirei de lugar nenhum. É verdade, você sorri com os olhos.

– O que é sorrir com os olhos?

– Não sei explicar como você faz, mas você faz. Você aperta os olhinhos quando sorri.

– Todo mundo faz isso, acho.

– Mas não do jeito que você faz. As pessoas apertam os olhos porque a boca se mexe. Você não. É por que seus olhos sorriem junto com a boca. São sorrisos diferentes.

– Você está exagerando.

– Não estou. Eu já li isso em alguns livros... “Fulana sorria com os olhos”. Sempre achei que fosse figura de linguagem. Até conhecer você. Até conhecer seu sorriso.

– É apenas um sorriso.

– Talvez. Mas o dos lábios. O dos olhos, apenas você tem. Você é a única mulher fora da literatura que sorri com os olhos.

– Estou ficando sem graça.

– Duvido.

– É verdade. Seus olhinhos estão apertando.

De tão encantado com os olhos sorrindo, não viu que ela, ansiosa, mordia os lábios de leve. Na verdade, não precisou ver. Renderam-se.

E, horas depois, quando ela, exausta, pegou no sono, ele ainda ficou acordado na cama, estudando atentamente os olhos dela.

Não conseguiria dormir. Com a ponta dos dedos, desenhou cada letra do nome dela no ar, como se conseguisse entender melhor a beleza dela desta forma.

Subitamente, levantou-se, ligou o computador e escreveu sobre ela, madrugada adentro.

Descreveu o cheiro da pele dela, a curva dos seus seios, o sabor do seu beijo doce e furioso, a força das mãos dela pressionando suas costas, a temperatura de seus gritos roucos.

Mas não escreveu uma linha sobre o fato de ela sorrir com os olhos.

Isso, ele sabia desde o primeiro momento, guardaria somente para ele.

14 leitores:

Bia disse...

uii

Camilla disse...

Lindo. Como sempre...

Tally M. disse...

lindo mesmo!

Otavio Oliveira disse...

não é só pq é bonito o que vc escreve. não é só pela qualidade, estilo, ou pelo oásis lírico que é esse blog aqui, mas é porque toda vez que eu leio, me sinto Will Ferrell em Mais estranhos que a ficção. o que faz de vc a Emma Thompson. haha

Mariana disse...

Lindo! Lindo!

Não foi a primeira vez que você me tirou lágrimas...

Eu ainda lembro do dia (noite, não sei...) que me disseram que eu sorria com os olhos. E foi tão lindo, tão sincero... E acho que foi uma só vez...

Adorei o texto, Rob!

Bia disse...

"...a temperatura de seus gritos roucos." Adoro essa sinestesia! Ardente!

Rafiki disse...

Tão belo que me roubou o comentário.

Amanda Ullmann disse...

Finalmente deu as palavras aqui novamente. Mas sempre vale a pena esperar. Perfeito. De novo.

Layla Barlavento disse...

Perfeito!

Bia Nascimento disse...

Fazia tempo que não lia tanto amor em um só texto....

Nadia disse...

Os olhos são as janela d'alma.
É clichê mas é real...

queria conhecer alguém que sorrisse com os olhos.

lindo

Nadia disse...

Os olhos são as janela d'alma.
É clichê mas é real...

queria conhecer alguém que sorrisse com os olhos.

lindo

Mariza Oliveira disse...

Ola, desde criança que meus pais diziam que eu era a unica filha entre 7 mulheres que sorria com os olhos, meus amigos , meu marido e todos que conheço sempre dizem isso..o que significa sorri com os olhos? gostaria de saber...

Mariza

Miliane de Freitas disse...

Oi..

Então, conheci o blog de uma forma inesperada, um certo admirador, me disse q eu"sorria com os olhos", eu pensei que fosse realmente uma figura de linguagem e ele me respondeu que não, que tinha lido em blog, um texto sobre isso..eu procurei muito e achei!

Parabéns!!

Lindo texto...

 

Championship Chronicles © 2010

Blogger Templates by Splashy Templates